segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Principais causas do desemprego no Brasil


Apesar do Brasil ser considerado um país continental, rico em belezas naturais, ter boa comida, povo acolhedor, enfim isso não faz o país se desenvolver, ou seja, ficar falando que o Brasil tem mil e uma coisas e viver só de aparências não resolve nada.
O principal problema de muitos brasileiros é o desemprego, mas também não adianta só ficar culpando os governantes e por tal situação, pois hoje em dia sobram vagas no mercado de trabalho, onde isso acontece devido do a falta de especialização das pessoas, isso mesmo, atualmente essa é principal causa do desemprego, pois as empresas buscam profissionais capacitados com cursos técnicos profissionalizantes, porque nem mesmo ter um a faculdade no currículo está ajudando a conseguir um emprego.
Já existem vários incentivos do governo que dão cursos profissionalizantes gratuitos a quaisquer pessoas, para isso basta procurar em sua cidade ou região instituições de ensino governamentais que disponibilizam vagas para pessoas ingressarem nos cursos gratuitos.
        
  Principais causas do desemprego

- Baixa qualificação do trabalhador: muitas vezes há emprego para a vaga que o trabalhador está procurando, porém o mesmo não possui formação adequada para exercer aquela função;
- Substituição de mão de obra por máquinas: nas últimas décadas, muitas vagas de empregos foram fechadas, pois muitas indústrias passaram a usar máquinas na linha de produção. No setor bancário, por exemplo, o uso de caixas eletrônicos e desenvolvimento do sistema bankline também gerou o fechamento de milhares de vagas;
- Crise econômica: quando um país passa por uma crise econômica, o consumo de bens e serviços tende a diminuir. Muitas empresas demitem funcionários como forma de diminuir custos para enfrentar a crise.
- Custo elevado (impostos e outros encargos) para as empresas contratarem com carteira assinada: este caso é típico do Brasil, pois os custos de contratação de empregados são muito elevados. Muitas empresas optam por aumentar as horas extras de seus funcionários a contratar mais mão de obra ;
- Fatores Climáticos: chuvas em excesso, secas prolongadas, geadas e outros fatores climáticos podem gerar grandes perdas financeiras no campo. Muitos empresários do setor agrícola costumam demitir trabalhadores rurais para enfrentarem situações deste tipo.

Você sabia?

- Pleno Emprego ocorre quando em um país ou região todos os trabalhadores em situação de trabalho encontram-se empregados. Ou seja, o mercado de trabalho está em nível de equilíbrio. É uma situação extremamente favorável para a economia de um país.
- Segundo o IBGE, no mês de abril de 2012, a taxa de desemprego no Brasil ficou em 6,0%, a menor desde o ano de 2002.
         
            Confira abaixo as áreas mais promissoras:

Engenharia e Saúde

Segundo a Curriculum, o número de vagas cadastradas para Engenharia aumentou 12,2% em 2011. Na área de Saúde o aumento foi ainda maior, de 19,9%.
Petróleo/Gás/Energia
Desde a descoberta do pré-sal no Brasil essas áreas estão em destaque. Ainda buscam profissionais especializados na área de energia, já que o potencial de exploração energética do país é muito alto
.
Hotelaria, Turismo e Infraestrutura

Com as obras para receber grandes eventos como as Olimpíadas e a Copa do Mundo, o setor de infraestrutura – e carreiras como engenharia civil e arquitetura etc – cresce muito. Os segmentos de turismo e hotelaria receberam um aumento de 49,2% mais oportunidades no site da Curriculum.
Vendas
Bons profissionais comerciais são sempre bastante valorizados, e isso não vai mudar em 2012. O site da Curriculum recebeu, ano passado, mais de 574 mil novas vagas no setor, um aumento de 24,5% sobre o ano anterior.

Tecnologia da Informação

Não é surpresa que uma carreira que lida com internet, tecnologia e comunicação esteja em alta no Brasil, país com ritmo alto de crescimento econômico. Como é uma área que cresce de maneira rápida, ainda faltam profissionais capacitados e mais especializados no mercado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário